Sobre a Revista

Apresentação

A Revista de Governança Corporativa - RGC - é uma publicação de caráter cientí­fico que visa publicar pesquisa inovadora no fenômeno da governança corporativa, especialmente no mercado Brasileiro e em países emergentes. Ela é um fórum para a troca de informações, idéias e conhecimento baseado no desenvolvimento teórico e experiências corporativas. A revista está comprometida em publicar estudos rigorosos e relevantes em governança corporativa que possam influenciar acadêmicos e profissionais do tema.

A RGC foi formada por um grupo de pesquisadores de governança corporativa que participam de grupos de pesquisa na ´área, e estão em programas de stricto sensu das principais universidades brasileiras, representados no conselho editorial.

A RGC adota boas práticas editoriais, com base em periódicos cientí­ficos brasileiros e internacionais de impacto. Todos os artigos submetidos passam pelo processo de dupla avaliação por pares (double blind review). Para garantir o anonimato de autores e avaliadores, a revista utiliza o Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER) desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), recomendado pela Capes.  Ela também adota os critérios utilizados pelo Qualis-Capes para a avaliação de periódicos científicos e estõ em constante melhoria. 

A revista aceita estudos cientí­ficos em diferentes metodologias, estudos de caso, levantamentos (survey), experimentos, ensaios teóricos, análises bibliométricas. Espera-se que os artigos tenham relevante contribuição para a teoria e o conhecimento em governança corporativa, bem como interesse potencial para acadêmicos e profissionais da área.

São aceitos artigos em Português e Inglês, em uma ampla variedade de tópicos em governança corporativa, destacando-se, mas não limitando-se a:

  • Estrutura de Propriedade: Aspectos relacionados a propriedade, tais como: sucessão, polí­ticas de proteção e relacionamento dos acionistas;
  • Estratégia na Alta Administração: aspectos da estratégia que estejam no ní­vel dos acionistas, conselheiros ou alto executivos das organizações;
  • Temáticas relacionadas a pessoas ou entidades ligadas ao ambiente da governança corporativa, tais como: estudos com conselheiros, proprietários e alto executivos, carreira de presidente e diretores; avaliação de desempenho da gestão e outros;
  • Conselho de Administração: aspectos ligados ao conselho de administração das organizações ou outros representantes dos proprietários
  • Controle e regulação das organizações: problemas relacionados ao controle das organizações e sua regulação, tais como auditoria, problemas contábeis e outros;
  • Gestão do corpo executivo: Liderança, formação, remuneração, avaliação e outros aspectos relacionados ao corpo executivo (CEO e C-level das organizações);
  • Governança externa: aspectos externos às organizações que influenciam a sua governança, tais como: diferenças entre países, legislação, tributos, códigos de boas práticas, relações com investidores;
  • Stakeholders e sociedade: o relacionamento das organizações com a sociedade e o governo, práticas de sustentabilidade, incentivos para encorajar atividades corporativas de responsabilidade sócio-ambiental.