RGC - Revista de Governança Corporativa

 

 

A Revista de Governança Corporativa – RGC - é uma publicação de caráter científico que visa publicar pesquisa inovadora no fenômeno da governança corporativa, especialmente no mercado Brasileiro e em países emergentes. Ela é um fórum para a troca de informações, idéias e conhecimento baseado no desenvolvimento teórico e experiências corporativas. A revista está comprometida em publicar estudos rigorosos e relevantes em governança corporativa que possam influenciar acadêmicos e profissionais do tema. 

A RGC foi formada por um grupo de pesquisadores de governança corporativa que participam de grupos de pesquisa na área, e estão em programas de stricto sensu das principais universidades brasileiras, representados no conselho editorial.

A RGC adota boas práticas editoriais, com base em periódicos científicos brasileiros e internacionais de impacto. Todos os artigos submetidos passam pelo processo de dupla avaliação por pares (double blind review). Para garantir o anonimato de autores e avaliadores, a revista utiliza o Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER) desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), recomendado pela Capes.  Ela também adota os critérios utilizados pelo Qualis-Capes para a avaliação de periódicos científicos e está em constante melhoria. 

A revista aceita estudos científicos em diferentes metodologias – estudos de caso, levantamentos (survey), experimentos, ensaios teóricos, análises bibliométricas. Espera-se que os artigos tenham relevante contribuição para a teoria e o conhecimento em governança corporativa, bem como interesse potencial para acadêmicos e profissionais da área.

São aceitos artigos em Português e Inglês, em uma ampla variedade de tópicos em governança corporativa, destacando-se, mas não limitando-se a:

  • Estrutura de Propriedade: Aspectos relacionados a propriedade, tais como: sucessão, políticas de proteção e relacionamento dos acionistas;
  • Estratégia na Alta Administração: aspectos da estratégia que estejam no nível dos acionistas, conselheiros ou alto executivos das organizações;
  • Temáticas relacionadas a pessoas ou entidades ligadas ao ambiente da governança corporativa, tais como: estudos com conselheiros, proprietários e alto executivos, carreira de presidente e diretores; avaliação de desempenho da gestão e outros;
  • Conselho de Administração: aspectos ligados ao conselho de administração das organizações ou outros representantes dos proprietários
  • Controle e regulação das organizações: problemas relacionados ao controle das organizações e sua regulação, tais como auditoria, problemas contábeis e outros;
  • Gestão do corpo executivo: Liderança, formação, remuneração, avaliação e outros aspectos relacionados ao corpo executivo (CEO e C-level das organizações);
  • Governança externa: aspectos externos às organizações que influenciam a sua governança, tais como: diferenças entre países, legislação, tributos, códigos de boas práticas, relações com investidores;
  • Stakeholders e sociedade: o relacionamento das organizações com a sociedade e o governo, práticas de sustentabilidade, incentivos para encorajar atividades corporativas de responsabilidade sócio-ambiental.

 


v. 4, n. 1 (2017): RGC - Revista de Governança Corporativa

Sumário

Editorial

Sergio Nunes Muritiba
PDF

Artigos

Anita Michelsem da Silva Travassos da Rosa, Elias Ferreira do Nascimento Neto, Paulo André Oppici Bento, Celso Machado Junior
PDF
Evandir Megliorini, Raimundo Nonato Rodrigues
PDF